seguro de saude

Seguro de saúde para o bebé

seguro de saúde para o bebé
seguro de saúde para o bebé

Seguro de saúde para o bebé

Quando o fator bebé surge na equação muitos são os pais que querem recorrer a um seguro de saúde para o bebé.

Pensar em contratar um seguro de vida para o bebé é um fator a aglomerar à lista enorme de tarefas a fazer quando a descoberta da gravidez é feita.

No entanto nem sempre sabemos quando e a qual aderir.

Deverá ter em consideração que em muitos casos um seguro de saúde para o bebé terá que ficar associado ao seguro dos pais, uma vez que a esmagadora maioria das seguradoras não tem um seguro exclusivo para o bebé, e por outro lado porque não cumpre a idade minima de adesão.

Apesar de se conseguir ver uma ou outra página acerca de seguro de saúde para o bebé, especificamente, nas mesmas não é indicado o nome da seguradora, nem explica as condições de adesão, acreditando assim que os pontos anteriormente referidos, sejam o fator de enorme reticência.

Deverá, ainda, analisar a cobertura que é oferecida e se tem algum período de carência, estes serão, provavelmente, os fatores de maior importância.

A cobertura do seguro de saúde para o bebé, será útil se lhe oferecer a possibilidade de frequentar consultas de rotina, exames e tratamentos subsequentes.

Caso o seu seguro só permita a utilização dos serviços em caso de urgência, talvez deve ponderar em extender o seu plano.

O contrário implicaria que o seu bebé não fosse seguido continuamente no serviço escolhido por si com a utilização do seguro.

Como tal, para escolher um seguro de saúde para o bebé, veja se a cobertura incluí:

  • Capital para hospitalização
  • Serviço de ambulatório
  • Médico assistente
  • Serviço de saúde dentário
  • Doenças graves
  • Terapias não convencionais
  • Fisioterapia

Por muito que os pais não queiram pensar em situações mais complexas no que toca ao bebé, quando está a contratar um seguro de saúde para o bebé deverá fazê-lo, pois acautelará melhor o futuro.

As situações mais complexas de saúde são também as mais dispendiosas.

Como é o caso de internamento (hospitalização) e doenças graves, neste campo em particular deverá ter em atenção se a cobertura não tem quaisquer restrições em relação a doenças, e se tiver, que é o mais frequente, quais são.

O serviço ambulatório diz respeito a todo o seguimento de rotina médico, e que em bebés é mais frequente.

O período de carência, como mencionado anteriormente, é um fator de relevância.

O período de carência diz respeito ao tempo em que não poderá fazer uso do serviço, após a contratação do mesmo.

Em alguns casos poderá não existir período de carência, mas no caso de haver poderá falar com a seguradora para ser feito um contrato antes do nascimento. 

Assim poderá fazer uso do seguro desde a primeira consulta.

Por outro lado se já tiver um seguro de saúde contratado poderá estende-lo ao bebé, e em alguns casos isso permite fazer uso do serviço sem período de carência.

Em suma a extensão do seu seguro traz, na maior parte dos casos, um desconto em relação ao seguro, para todos os elementos do agregado.

Lembre-se analise as várias opções disponíveis e escolha o melhor seguro de saúde para o bebé, e mantenha o seu rebento protegido desde o primeiro dia.